Publicado por: descobrindoomar | maio 15, 2010

Acidificação dos oceanos, um risco eminente

Estima-se que hoje 7,2 bilhões de toneladas de CO2 são lançados na atmosfera por ano devido às atividades humanas. Com base em numerosos estudos, estima-se que cerca de 50% desse valor permanece na atmosfera e o restante é absorvido pelos oceanos e plantas terrestres.

Existem dois processos responsáveis pela captura de gás carbônico pelos oceanos. Um deles é a bomba biológica que esta descrita no texto “Oceanos amenizam efeito estufa do planeta”, realizada pelos organismos vegetais marinhos através da fotossíntese. O outro é o mecanismo da bomba física, que está relacionada à solubilidade do CO2 na água do mar e será descrito agora.

O CO2 é um gás que possui a capacidade de se dissolver na água do mar. Essa capacidade de dissolução está diretamente relacionada com sua concentração na atmosfera e com a temperatura da água. Quanto mais gás carbônico houver na atmosfera, maior será a quantidade desse gás dissolvido na superfície dos oceanos. Com relação à temperatura, quanto mais fria estiver a água, maior será sua capacidade de dissolver gases. Este processo pode ser facilmente observado quando se abre uma garrafa de refrigerante. Note que quando o refrigerante está gelado, pouco ou quase nenhum gás escapa da garrafa quando a abrimos, porém quando o refrigerante está quente, muito gás escapa da garrafa quando a abrimos.

Após se dissolver na superfície marinha, o CO­2 fica disponível para ser absorvido pelo fitoplâncton marinho e também passa a participar de um sistema de equilíbrios químicos importantíssimo chamado sistema CO2 – carbonato. Este sistema envolve os seguintes equilíbrios químicos:

CO2(g) ↔ CO2(aq)    (1)

CO2(aq) + H2O  ↔  H2CO3 (2)

H2CO3 ↔  H+ +   HCO3- (3)

HCO3- ↔   H+ +   CO32- (4)

Quando uma molécula de CO2 se dissolve (1) ela reage com uma molécula de água e dá origem a um ácido chamado ácido carbônico [H2CO3] (2). A maior parte do ácido carbônico formado acaba se dissociando e libera íons hidrogênio [H+], íons bicarbonato [HCO3-] (3). Após formado, os íons bicarbonato [HCO3-] também se dissociam, liberando mais íons hidrogênio [H+] e íons carbonato [CO3-] (4).

Esse sistema de reações é muito importante, uma vez que regula o pH da água do mar e controla a circulação de CO2 entre a biosfera, atmosfera e os oceanos. A estabilização do pH nesse sistema ocorre devido ao equilíbrio entre as reações de formação e dissociação do ácido carbônico [H2CO3] e do íon bicarbonato [HCO3-]. De forma simplificada, o excesso de íons H+ na água é absorvido pelos íons carbonatos [CO32-], os quais se transformam em íons bicarbonato [HCO3-] segundo a reação inversa de (4).

Esse controle do pH caracteriza a água do mar como uma solução tampão. Porém, a capacidade do oceano de absorver gás carbônico sem alterar sua acidez é limitada. Segundo trabalhos científicos apresentados em 2003 nos Estados Unidos, a maior dissolução de CO2 nos oceanos baixou o pH médio dos oceanos em cerca e 0,1unidade em relação ao nível pré-industrial, o que representa um aumento da acides da água do mar.

A acidificação dos oceanos pode trazer consequências desastrosas para diversas formas de vida como corais, estrelas do mar, ostras, mexilhões, ouriços do mar, caranguejos, camarões e lagostas, uma vez que esses organismos possuem estruturas de sustentação formadas de carbonato de cálcio, um composto que em meio ácido sofre dissolução.

About these ads

Responses

  1. [...] o texto “Acidificação dos oceanos, um risco eminente” para responder as questões 4 e [...]


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: